Especialização, Mestrado ou Doutorado?


Eu recebo muitas dúvidas diariamente sobre as diferenças entre Especialização, Mestrado e Doutorado. Me perguntam muito porque eu escolhi fazer mestrado e doutorado ao invés de fazer uma especialização por exemplo: "Ah, eu faço pós, não vou fazer mestrado" - você também ouve isso e entende, como eu, porque no senso comum as pessoas associam só especialização e MBA como tipos de pós-graduação, ou fica confuso? Então bora sanar essas dúvidas de vez!

⁣⁣

Pós-graduação "Lato Sensu" significa "sentido amplo". Essa categoria de pós inclui as especializações e o MBA. Ela recebe esse nome por que você se forma na pós com uma especialização em uma subárea. Você sai "especializado em educação ambiental" , ou com "MBA em finanças", por exemplo. A pós-graduação Lato Sensu é indicada para pessoas que desejam uma rápida re-inserção no mercado de trabalho (elas duram cerca de 1 ano) e só querem se capacitar mais tecnicamente para tal. ⁣⁣

⁣⁣

Pós-graduação "Stricto Sensu" significa "sentido específico". Essa categoria de pós inclui o mestrado e o doutorado. Comparando com um dos títulos do tópico anterior, você terminaria como "Mestre em Economia" mas tendo estudado sobre um nicho bem mais específico, como finanças na época de crise atual no Brasil, por exemplo, e por mais tempo, com uma carga horária maior de disciplinas e de pesquisa (mestrado - 2 anos -, doutorado - 4 anos). A pós-graduação Stricto Sensu é indicada para pessoas que querem se tornar pesquisadores /professores universitários - com exceção de alguns tipos de mestrado como o mestrado profissional, que são direcionados a pessoas que desejam uma rápida re-inserção no mercado de trabalho. Estes títulos são exigidos em diversos concursos para vagas de professores universitários em todo o Brasil - na maioria dos casos, não basta ter feito uma especialização, por exemplo.⁣⁣

⁣⁣

Como eu desejo ser professora universitária, decidi seguir o rumo das pós-graduações Stricto Sensu.