Como evitar plágio



Segundo o dicionário Aurélio que eu tenho aqui, configura plágio toda "apresentação, trabalho ou obra feita por alguém, como de sua própria autoria, mas produzido por outrem."⁣

Pois bem, se você escreve ou apresenta sobre um assunto cuja descoberta ou descrição não é originalmente sua, você deve citar o(s) autor(es).⁣

Se você citar, isso não é plágio. Faça quantas vezes quiser!⁣

Agora, se você não o faz, tome cuidado. Existem muitos trabalhos que discutem, nesse caso, qual a porcentagem máxima de semelhança que o seu texto pode ter em relação ao texto original. A maioria dos trabalhos discutem uma margem de até 10%-25% de semelhança para não ser considerado plágio.⁣

Contudo, eu não contaria com isso. Esse assunto ainda é muito subjetivo, e eu conheço um autor cuja dissertação e título de Mestre estão sendo cassados por terem cerca de 20% de seu conteúdo plagiado de um mesmo autor.⁣

Portanto, se não for citar o referido autor, confira se não está cometendo plágio. Existem vários softwares que checam a porcentagem de plágio no seu texto! Use-os antes de publicar o seu trabalho para evitar dores de cabeça.⁣

Vou recomendar aqui três softwares que já usei, e que detectam plágio inclusive em Português (não apenas em Inglês) e são gratuitos. São eles: Copy Spider, Plagiarism detector e Plagium (esse faz checagem grátis em textos de até 1.000 caracteres).⁣

Gostaram das dicas? Vocês tem alguma outra sugestão de um bom detector de plágio? Me contem aqui em baixo!