Carreira científica e o Feminismo




Recentemente, fiz esse post da 2a imagem. Dois homens (que nem são seguidores aqui) fizeram comentários do tipo: "Ok, belo currículo, mas o que ser feminista tem a ver com isso?", e "E o que suas conquistas tem a ver com modinha feminista?".⁣

Ambos deletaram seus comentários antes que eu conseguisse printar.⁣

Se como esses dois, você não entende a relação de tudo o que conquistei (e ainda quero conquistar) na minha carreira, e o quanto ser feminista me ajudou, senta aí que eu te conto.⁣

Os movimentos feministas, através de diversas ações, buscam uma transformação do papel de muitas mulheres de diversas culturas, etnias e orientações sexuais para uma forma mais igualitária em um mundo ainda muito centrado na figura do homem. ⁣

A compreensão de fatores que historicamente favorecem o homem em vários meios é essencial para entender a luta feminista. ⁣

Algumas das formas de opressões vividas por mulheres são: Salários que não são equiparáveis com os dos homens de mesma qualificação (o que desqualifica a força de trabalho feminina), condições de assédio dentro e fora da esfera do trabalho, dupla ou até tripla jornada - em que, além do trabalho formal, as mulheres cuidam das atividades domésticas e da criação de seus filhos (com a adição, é claro, da gestação que é uma característica somente feminina).⁣

Fora o fato de que estatisticamente, mulheres são agredidas fisicamente e/ou assassinadas por seus companheiros (ou ex companheiros) em proporções assustadoramente altas.⁣

E muitas dessas agressões (que geralmente vêm de agressões verbais e depois vão evoluindo) têm fundamento nessa superioridade enraizada que o machismo traz para os homens.⁣

Nas últimas décadas, tem se observado cada vez mais mulheres lutando ativamente contra esse machismo tão forte, indo às ruas e tomando uma forte consciência do seu papel político, ideológico e trabalhista dentro do sistema. Assim, visando ocupar cargos de liderança e melhores condições de vida e salarial.⁣

É nessa questão que o movimento feminista é tão importante, para a conscientização das mulheres para uma luta contra um machismo tão naturalizado, no trabalho ou fora dele.


Então se me perguntar o que feminismo tem a ver com o meu trabalho, eu te respondo: tudo.

Ele me ajuda a identificar melhor machistas abusivos. Seja em colegas ou superiores.

O feminismo me ajuda a não tolerar qualquer atitude agressiva ou abusiva que venha deles, seja através de palavras ou de ações mais incisivas.


Me ajuda também a lutar pelos direitos das mulheres discentes (como tirar licença maternidade), ainda tão prematuros para quem faz Mestrado e Doutorado. Me ajuda a não engolir, aceitar atitudes machistas para comigo ou outras colegas.


E deixo mais uma observação: se você é homem, antes de questionar qual é a importância do feminismo para uma mulher, ou de criticar e ironizar o feminismo, seja educado, sente, escute e busque aprender sobre. Se você não é mulher, não é o seu lugar de fala. Tenha respeito, empatia. É isto.